Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Ecos do Encontro de VMP

Este fim-de-semana representei os Leigos Combonianos no encontro da FEC em Fátima. O encontro realizou-se na “Casa de Francisco e Jacinta” que pertence aos Silenciosos Operários da Cruz. No sábado de manhã o tema foi “Motivações e Expectativas” orientado pelo Nuno Prazeres que esteve a dar aulas em Moçambique. Foi muito interessante, porque nos obrigou a reflectir e questionar quais as motivações que nos levaram a iniciar esta caminhada com o objectivo de partir em Missão. Será que sentimos um chamamento superior? Será que é uma fuga ao quotidiano? Será que prevaleceu o espírito aventureiro? Será que apenas queremos ajudar os mais desfavorecidos? E uma questão fundamental que à primeira vista até pode não parecer muito importante: queremos ir em Missão para ajudar quem mais precisa ou para nos fazer sentir bem, porque somos boas pessoas e vamos fazer uma coisa muito bonita? Estamos a pensar em NÓS ou nos OUTROS? Se é a primeira opção, então estamos no caminho errado e provavelmente a experiência missionária não correrá da melhor maneira... De seguida, o Nuno deu o testemunho e mostrou imagens da sua experiência missionária por terras de Moçambique. Da parte da tarde, a Sandra Lemos orientou um novo tema: “Desenvolvimento – que conceitos?”. E no fim da tarde ouvimos o testemunho da Teresa Eugénio que já fez voluntariado missionário em Moçambique, em Timor e na Índia. Foi um testemunho apaixonado e apaixonante, especialmente em relação à Índia! Depois do jantar, démos largas à nossa imaginação e o serão foi muito animado e o convívio espectacular! No Domingo de manhã, a Sandra orientou outra temática – “Trabalhar para o Desenvolvimento”, abrangendo tudo o que tem a ver com as várias fases de um Projecto, desde o planeamento, financiamento, execução, até à avaliação final. Depois trabalhámos em grupo e simulámos 2 projectos. Foi muito bom e a interacção dos vários grupos foi muito bem conseguida. De seguida o Padre Alfredo celebrou a Eucaristia onde foram enviadas 5 jovens (todas raparigas!?) que partirão no final deste mês e nos primeiros dias de Fevereiro para Moçambique. Depois do almoço, cada um de nós iniciou a viagem de regresso a casa. Sinto que saí mais rico depois deste encontro. Tanto em termos de conhecimento, como em termos de relações humanas. Conheci pessoas muito simpáticas, que espero rever no próximo encontro em Março em Aveiro, mas guardo com especial carinho, 3 das jovens que irão para Moçambique nos próximos dias (durante 6 meses), integradas num projecto das Dominicanas do Rosário em Maputo: a Diana, a Marisa e a Marta. Peço a todos os LMCs que rezem por elas para que consigam levar a bom porto a sua missão!...


Álvaro, LMC