Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Ecos do curso de espiritualidade missionária comboniana

Nos dias 24 a 26 de Junho sete dos LMC participaram no curso de Espiritualidade Comboniana realizado na Maia, Porto. Pedimos que um deles partilhasse connosco como viu e viveu este curso. A Milú aceitou o convite e aqui deixamos a sua reflexão. Um muito e grande obrigado a ela pela partilha.

 

ESPIRITUALIDADE COMBONIANA

 

"A inspiração de Daniel Comboni vem do alto e ele deixa-se moldar, envolver, transformar por Aquele Jesus que contempla, fazendo a sua vontade que se torna tão clara e se concretiza no seu amor e entrega à sua tão querida África. Foi assim, numa atitude de reflexão e contemplação à maneira de Comboni que alguns LMC participaram no Curso de Espiritualidade Comboniana, juntamente com representantes da família Comboniana ligados às várias casas espalhadas pelo país. Com o Pe. Joaquim Valente percorremos os caminhos de Comboni integrando a sua vocação e missão na história do seu tempo em que a igreja se encontrava ainda tão fechada e de costas voltadas ao que de novo surgia no mundo; analisamos a riqueza e profundidade das suas cartas que relatam as suas viagens, as “suas lutas” para que a igreja se abra ao mundo e acolha a África como a pérola negra que completa o seu diadema. Reflectimos sobre as verdades defendidas por D. Comboni que continuam tão actuais pois a hora da salvação da África é também hoje e os africanos têm muito para dar ao mundo e à Igreja. Por isso foi tão enriquecedora, a presença da Luísa, uma africana de Cabo Verde que está há já alguns anos a viver em Lisboa e que connosco partilhou um pouco da sua vida. Na sua forma simples de falar ela foi-nos contando como vive e partilha a sua vida oferecendo aos outros o melhor de si, construindo já neste mundo o Reino dos Céus. Daniel Comboni convidou os missionários do seu tempo e convida os “seus missionários” de hoje, a olharem o mundo com os olhos de Jesus Cristo que deve ser a sua principal força para que a sua entrega seja sempre com Ele e em nome d`Ele sejam quais forem as dificuldades e fadigas porque para os que amam a Deus, o suor e as lágrimas com que regam as suas obras serão de alegria e satisfação ( D.Comboni)."

Maria de Lurdes Maravilha (Milú), LMC