Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Comunidade PI em Arganil

Olá Amigos e Irmãos,

         Como sabem, estamos a fazer a experiência de Comunidade PI (partida imediata). O que é isso? Para os mais distraídos, quer dizer que estamos a viver em comunidade cujo objectivo é a aprendermos isso mesmo, a viver em comunidade. Esta preparação torna-se importante para quem vai partir.
         Iniciamos a nossa comunidade na última semana de Agosto com o curso de Missiologia. Entretanto, estivemos em Arganil, onde, durante duas semanas, para além da vivência em comunidade, estivemos na Santa Casa da Misericórdia.
         O nosso dia começava sempre com a oração comunitária, as laudes. Era um momento de comunhão com Cristo, “alimento” para o dia.
         A seguir a um bom pequeno-almoço, perfumado pelo cheirinho a café, seguíamos para a Santa Casa da Misericórdia, onde os nossos amiguinhos, os idosos, já nos esperavam. Aí permanecíamos até ao fim do dia. Como nos sabia bem!!!
         Regressando a casa, havia muito que fazer, entre as compras e o preparar o jantar, além da avaliação diária, tínhamos também, a oração das vésperas, um momento de agradecimento e louvor pelo dia com que Deus nos presenteava.

                    No dia em que nos apresentámos na Santa Casa de Misericórdia de Arganil, tivemos uma pequena reunião com o Director geral e outros membros da Instituição, onde nos colocámos ao dispor, para o que fosse necessário dentro das nossas possibilidades. De acordo, com a nossa formação fomos enquadradas na dinâmica da Instituição. Tendo sido, no entanto, apresentado como objectivo principal o estar com os utentes.

                    Em todo o trabalho realizado, fomos respondendo às necessidades que se iam fazendo presentes. Desde o levar utentes à casa de banho, dar-lhes de comer à boca, ajudar na distribuição da alimentação, limpeza e manutenção do refeitório pequeno e copa ao simplesmente estar, que passava por dar um beijo, sentar ao lado, ouvir as alegrias e tristezas, apertar a mão, levar a um passeio até ao exterior, entre tantos outros pequenos milagres da vida, sentimos que o outro era presença de Deus na nossa vida e que nós também o conseguíamos ser. Uma dádiva de Deus pela qual damos Graças ao Pai.

                    Como aprendemos na Formação, sempre que chegamos a um lugar, temos de procurar integrar-nos na vida da comunidade local, assim sendo, e para não desiludir a Equipa coordenadora, foi o que fizemos e, com muito esforço. Tivemos que ir a piscina, à feira semanal, à FicaBeira, onde só por acaso, tivemos direito a música e, provámos uns licores, de se tirar o chapéu.

                    Esta última parte é só para incentivar a Comunidade PI, do próximo ano.

Despedimo-nos com um beijinho.
Fiquem na Paz de Cristo.

 

Élia e Márcia

Comunidade PI

Curso de Missiologia

 Do dia 24 a 29 de Agosto de 2009, decorreu em Fátima o curso de Missiologia. Foi uma semana intensa de formação, que nos fez (re) pensar a actividade missionária da Igreja de hoje, à luz da transformação que foi sofrendo ao longo dos tempos e, do Concílio do Vaticano II.  

Este foi o segundo ano do ciclo bienal do curso de missiologia. Foram abordados os seguintes temas:
·          Na segunda-feira - A Evangelização na Época Moderna, orientado pelo Padre David Sampaio. Foi-nos dado a perceber a evolução e transformação que a Igreja tem sofrido e, a relação desta com a Missão. Deste dia realçamos a frase: “ Para a Missão é necessário convicção e levar como bagagem o coração”;
·         Na terça-feira, o formador Frei José Nunes “agitou as águas” ao falar da Evangelização e as Religiões: O ecumenismo e o diálogo inter-religioso. Fez uma abordagem ao ecumenismo, referindo a importância de se encontrar “ a unidade pela diversidade”. A unidade em Deus de todos os cristãos reconhecendo que a diversidade eclesial das diferentes Igrejas é uma riqueza. Fez ressaltar também a importância do diálogo Inter-religioso na medida em que Deus nos convida a todos a estar ao serviço do outro;
·          Na quarta-feira Dom António Couto mostrou-nos a figura de S.Paulo como Modelo Missionário. Um Missionário que diz: “ Fui agarrado por Cristo” (Fl 3,12) e dedica-se totalmente a segui-Lo. Deste dia, fica-nos o mote: “ Vós sois a carta de Cristo.” (2 Coríntios 3:3). O que diz a tua carta?
·         Na quinta-feira, o tema - A Mulher, discípula e apóstola: figuras de missionárias, foi abordado pela Irmã Maria José Bruno, que mostrou o papel da mulher na Igreja ao longo da história e desafiou a descobrir qual o papel da mulher no anúncio do Reino de Deus fora e dentro da Igreja, actualmente;
·          Na sexta-feira o Padre José Antunes conduziu-nos pelo Repensamento pós-conciliar da missão. Apresentou-nos o que mudou na Igreja, a forma como essas mudanças foram acontecendo e, o impacto que tiveram e têm na actividade Missionária da Igreja.
·         No sábado tivemos o testemunho missionário do Padre Jorge Amaro que partilhou connosco a sua experiência na Etiópia. Foi uma partilha bastante rica. Como não poderia deixar de ser o curso terminou com a celebração da eucaristia, que foi presidida pelo Padre Durães que procedeu à entrega dos diplomas, aos finalistas.
Esta semana de formação primou pela diversidade de temas abordados, de testemunhos missionários, união e comunhão entre todos os participantes, desde leigos a consagrados, todos unidos na Santíssima Trindade.
 
Márcia e Élia
Comunidade PI

 

 

 

Julho em Moçambique

No início do mês de Julho, terminou mais um curso! Mais 12 pessoas puderam adquirir conhecimentos sobre a área de informática para melhorar o seu currículo! Nesta 5ª fase de cursos,  destaco a participação da Ir. Carolina (à minha frente na fotografia), que depois do curso preparou cânticos para as reuniões das Legionárias de Maria e já elaborou um relatório do respectivo grupo. Entretanto também soube de uma anterior aluna que foi pr omovida da cozinha para a secretaria e diz que se sente à vontad e para trabalhar no computador. A utilidade do curso para os jovens não se vê tão depressa, porque está muito difícil arranjar trabalho. Na missão, os resultados demoram a ver-se, mas eles acontecem!

 

Em meados de Julho realizou-se a Assembleia dos Leigos Combonianos Moçambique, em Carapira – Nampula. Província de Moçambique onde o verde é mais verde, a pobreza e a humildade se nota e se sente mais, e também onde as doenças prevalecem.


Vânia

LMC - Maputo
 

Continue a ler aqui