Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Ecos do último encontro 2009/10

   No último fim-de-semana de 17 e 18 de Julho encerramos mais um ano de formação de preparação para os possíveis futuros LMC’s com a presença dos familiares.

 

   O Sábado foi um dia intenso, pois cada formando do 2º ano era chamado a exprimir a sua decisão quanto à forma de prosseguir ligado (ou não) ao nosso Movimento. Depois de uma caminhada de 2 anos em clima de reflexão, crescimento e amizade, era natural o nervoso miudinho que se sentia no fundo do estômago de cada um de nós.

 

   O mais importante não seria as pessoas quererem ser Leigas Missionárias Combonianas ou não, mas sim a de terem ouvido a vontade de Deus para si e de terem dito sim ou não a esse chamamento.

 

   À medida que os formandos foram passando pela sala, um a um foi abrindo o seu coração, partilhando com simplicidade o seu sentir, revelando o que em consciência acreditava ser o projecto de Deus para si e manifestando o seu SIM ao Senhor da Vida.

  Algumas profissões de fé foram tão tocantes que se percebia claramente o acto de entrega pleno às mãos de Deus. Tudo isto num clima de serenidade, nalguns casos até de alívio de alguém que já não podia fugir mais à voz do Senhor.

 

   Assim, dou graças a Deus por este fim-de-semana.

   Dou graças por cada pessoa que caminhou connosco ao longo deste ano e pelas 5 novas vocações de Leigos Missionários Combonianos que se confirmaram no Sábado. A todos, votos de que tenham uma vida profundamente realizada em Cristo, sendo fiéis testemunhas do Reino dos Céus junto dos povos distantes que ainda não O conhecem.

   Dou também graças pelo ambiente fraterno e de alegria que se viveu no Domingo com a presença de tantos familiares e amigos ligados ao Movimento. Para nós, a sua presença é sempre de grande importância pois sabemos o quanto suportam também eles em prol da Missão, muitas vezes no segredo do seu coração, onde apenas Deus percebe os frutos maravilhosos que as sua sementes vão produzindo.

 

   A todos, um grande bem-haja.

 por Pedro Moreira