Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Silêncios que florescem

 

Este fim-de-semana, os LMC de Portugal, estivemos em Animação Missionária nas Paróquias da Tocha, de Sanguinheira e do Bom Sucesso.

Este tipo de atividade, embora por vezes cansativo e desgastante, traz sempre momentos de aprendizagem muito gratificantes, e esta vez não foi exceção.

 

“Este momento de silêncio centra-nos no essencial...”

 

Tudo começa na casa dos Combonianos de Coimbra onde, no meio de tantas pressas e correrias da preparação de atividades que se avizinham, encontramos tempo para parar, pedir o auxílio do Espírito, e escutar a palavra de Deus para este Domingo… sentir o eco daquelas frases bem dentro de nós e fazermos partilha desse tesouro uns com os outros…

Este momento de silêncio centra-nos no essencial, na alegria do Anúncio de maravilhas que pressentimos serem tão reais…

 

“Não existe ninguém no mundo que Lhe seja indiferente”

 

As leituras deste Domingo eram especialmente missionárias.

A partir das palavras de Jesus ressuscitado que nos declara “Testemunhas de todas estas coisas”, foi fácil e natural o apelo a que todos nos sentíssemos cada vez mais corresponsáveis pelos que sofrem, de perto ou de longe, porque Deus é Pai-Nosso e não existe ninguém no mundo que Lhe seja indiferente.

 

 

Como cristãos, não nos podemos imiscuir da ação em favor dos irmãos. O desafio é o da escuta, para sabermos como somos chamados a interferir positivamente na vida dos outros. E pudemos fazê-lo sempre, primeiramente através do interesse pelas suas vidas e pela oração. Depois, para os chamados, virão as ações mais visíveis que poderão passar pela partilha, pelo apoio, pela partida, e até pela entrega total da vida…

Se repararmos bem, de comum em todas estas formas de estar presente, está sempre o ato de "dar da nossa vida".

 

 

 

Foi por aí que nos levaram as partilhas deste fim-de-semana, a partir da palavra de Deus e das palavras que iam saindo dos corações de quantos participavam.

 

Agradecemos a participação de todos e o carinho com que fomos acolhidos.

Obrigado pela disponibilidade do Pe. João Paulo, pároco destas paróquias, do Eduardo, que nos acompanhou a maior parte do tempo, e de todos os leigos que nos acolheram de coração aberto.

Agradecemos também a generosidade das ofertas para a Missão.

Para nós são a confirmação de que a Missão de Deus continua a ser vivida em Igreja. Aliás, nem poderia ser de outra maneira!

 

 

Por Pedro Moreira, LMC

Fotografia do topo de José Branco - Olhares