Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Para Reflectir: artigos sobre o Natal

“ADITAL é uma agência de notícias que nasceu para levar a agenda social latino-americana e caribenha à mídia internacional. Quer estimular um jornalismo de cunho ético e social.
Quer favorecer a integração e a solidariedade entre os povos. Dá visibilidade às acções libertadoras que o Deus da Vida faz brotar nos meios populares.”
A agência de notícias ADITAL publicou no seu “site” alguns interessantes artigos sobre o Natal e que passamos a divulgar, para viver mais intensamente este tempo natalício.

Um outro Natal é possível?!
Confesso que estou cansado do Natal passado à limpo pela tradição branca-européia capitalista. Conseguiram pegar um menino mouro escuro, semi-beduíno-judeu e transformá-lo num menino Jesus ariano, louro, reconchunchudo e de olhos azuis. Derreteram as diferenças para que um certo menino vestido de carne e osso, não tirasse o sono de ninguém.
Leia mais…


Tenho uma proposta concreta de paz para o mundo: os EUA retiram-se do Iraque e devolvem ao México o Texas, a Califórnia e o Arizona; e Porto Rico aos porto-riquenhos; suspendem o bloqueio a Cuba e restituem aos cubanos a base naval de Guantánamo.
A França e a Espanha devolvem aos bascos o seu território; a Turquia, o Irã e o Iraque admitem o direito dos curdos a uma pátria; a Rússia liberta a Chechênia; a China desocupa o Tibete; as Coréias do Norte e do Sul chegam a um acordo de reunificação; o Estado Palestino é imediatamente criado e reconhecido pela ONU, Israel devolve os territórios ocupados e Jerusalém é declarada santuário universal ou cidade internacionalmente independente, administrada pela ONU.
Leia mais…
Missa do Galo e a Paz dos meus sonhos

 

 


Se Maria e José tivessem que procurar hoje um lugar para o menino nascer, não seria difícil encontrar. Por toda parte existem grutas vazias, esperando uma presença que ilumine suas entranhas.
A gruta significou a exclusão da ordem estabelecida, mas significou ao mesmo tempo o início de uma nova ordem, anunciada com júbilo aos pastores das periferias, e destinada ao mundo inteiro.
O Natal avizinha sempre a exclusão com a inclusão. Para simbolizar ao mesmo tempo os equívocos da humanidade, e a grande oportunidade de reencontrar os caminhos da vida, que Jesus veio colocar na dinâmica da própria história.
Leia mais…Natal globalizado