Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

OBRIGADA, PELA MOTIVAÇÃO, SEU ACOMPANHAMENTO, NA MINHA CAMINHADA.

 
 

 

"Levo, no meu coração, todas as pessoas que encontrei,

com quem convivi e com as quais

manterei a minha união pela oração."

 

Cheguei a Portugal, há dois meses e meio, para aprender a língua portuguesa; foi uma experiência proveitosa a vários níveis. Em primeiro lugar, tive um bom acolhimento da parte dos Leigos Missionários Combonianos; A Sandra deu-me a hospedagem em sua casa, na cidade da Trofa e as indicações necessárias para minha estadia em Portugal, em coordenação com a Susana e o Carlos.

 

O P. Alberto, Provincial MCCJ, foi dar-me as boas vindas à casa da Sandra. Ela apresentou-me à comunidade dos Missionários Combonianos da Maia; aí almoçava diariamente com eles. O P. Francisco, superior desta comunidade, pôs-me em contacto com a professora - a D. Clotilde -, combinando com ela os horários das aulas. Tinha-as de segunda a sexta-feira de manhã e de tarde, utilizando os meios de transporte necessários: metro, comboio e autocarro.

A Sandra levou-me a conhecer o P. Manuel Lopes, encarregado dos LMC em Portugal, que reside na casa Comboniana de Calvão. Nesse dia conheci também a sua comunidade e convidaram-me a dar o meu testemunho na festa missionária. A Sandra propôs-me colaborar com ela na sua actividade da Catequese Paroquial. Aqui, convivi com pessoas muito simpáticas que me acolheram muito bem.

 

 
 

Tive também a oportunidade de conviver com toda a Família Comboniana (MCCJ, IMC, SC e LMC) e até participar nalgumas reuniões, nas festas missionárias das diferentes casas e visitei uma escola em Lisboa dando aí o meu testemunho. Fiz o curso de Espiritualidade Comboniana de 3 dias no Seminário Comboniano onde participaram 30 pessoas. Convivi com todos os membros do grupo LMC numa reunião em Fátima, aí estavam também os LMC em formação. Nesta ocasião, conheci a Márcia que estava a preparar a festa do seu envio, para a qual também fui convidada a fazer animação missionária e a participar.

 

Festejei meu aniversário com a família do Carlos, LMC que vive em Grijó, perto da cidade de Espinho. Ele acompanhou-me nesse dia depois da Missa e depois fomos jantar a casa dos seus pais.  No Seminário de Famalicão fui convidada a celebrar e a festejar a Festa do Sagrado Coração de Jesus. Houve um tema de reflexão, Eucaristia e almoço partilhado.

 

 

  

Os Leigos auxiliaram-me na obtenção do visto e das vacinas, para que eu conseguisse viajar na data marcada. A mãe da Susana, a Rosa, levou-me ao Centro de Saúde, na Cidade de Braga, para tomar as primeiras vacinas. Lá, fizeram-me o cartão de vacinas; as outras foram na Maia em colaboração com a Dr.ª Cecília.

 

Para finalizar a minha estadia, fizeram-me um almoço de despedida no Seminário da Maia, onde estavam reunidos os encarregados das vocações da família comboniana da província, a comunidade da Maia, representada pelos padres, irmãos e postulantes, a professora Clotilde, o seu filho Higino e a Sandra LMC. Ela disse umas palavras de agradecimento e deu uma lembrança simbólica à minha professora.

 

Sinto-me grata por ter podido desfrutar desta oportunidade. Levo, no meu coração, todas as pessoas que encontrei, com quem convivi e com as quais manterei a minha união pela oração. Sempre agradecida, a vossa irmã em Cristo Missionário.

 

 

 .                                                                       Por: Beatriz, LMC mexicana em Moçambique