Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

"E tu Maria, que nos dizes da missão?"

Foi nos diasPedro Moreira 29 a 30 de Abril de 2017, que fomos acolhidos com muito carinho na casa das Missionárias Seculares Combonianas no Porto, onde se realizou a 8.ª unidade formativa dos LMC, com o tema “E tu, Maria, que nos dizes da Missão?”, o qual teve como formador o LMC Pedro Moreira.

O encontro começou na sexta-feira à noite com a chegada dos formandos. Para mim, em especial, foi um grande momento de reencontros, que me encheu o coração de alegria, por estar de novo com quem já sinto família de caminhada. Que verdadeira Graça de Deus cada um e que prova de que “não há longe nem distância”.

O tema foi abordado durante todo o dia de sábado e a manhã de domingo.

«Quereis oferecer-vos a Deus?», a mesma pergunta que Nossa Senhora fez aos Pastorinhos em Fátima, foi o nosso mote inicial para que soubéssemos onde nos dirigíamos e onde voltar sempre.

IMG_29042017_180351_HDR.jpg

 

Através do “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem” de São Luís Maria Grignion de Montfort e da Encíclica “Redemptoris Mater” de São João Paulo II o Pedro Moreira foi-nos guiando e dando-nos o seu testemunho com muita simplicidade, reflectindo a sua bonita relação de intimidade, devoção e amor com, em e por Maria, nossa Mãe.

“Quanto mais aprofundamos Maria, mais missionários ficamos.” foi uma das afirmações que ficou a ressoar dentro de mim e a inquietar-me durante o encontro.

            Através de traIMG_29042017_180359_HDR.jpgbalho em grupo meditámos a palavra de Deus procurando virtudes missionárias em Maria, foi uma oportunidade de validação do quão missionária foi Maria, a partir do momento do seu “Sim” até ao Cristo Crucificado, que ali na cruz no-La entregou como nossa Mãe, fazendo com que assim, ela renovasse o seu “Sim” com tamanha obediência, fidelidade e confiança à vontade de Deus. Tudo para Maior Glória de Deus.

            Tivemos ainda momentos de reflexão pessoal que nos permitiram aprofundar a nossa relação com Nossa Senhora e ajudar-nos a sermos missionários como Maria.

 

“Ao ouvir estas palavras ela perturbou-se.” Lc 1, 29

“E eu, como reajo perante a voz de Deus que se manifesta na minha consciência? Especialmente quando sinto que sei qual o caminho certo mas não tenho coragem para o seguir…”

“Ser missionário exige consciência da nossa pequenez e fragilidade, porque é aí que Deus se manifesta.”

“É a partir de dentro que Maria opera em nós a conversão. O anúncio de Jesus é profundamente íntimo, porque nele se expressa o amor de Deus para connosco e o nosso destino eterno.”

“Feliz daquela que acreditou que teriam cumprimento as coisas que lhe foram ditas da parte do Senhor.”

 

Deixou-vos estas citações que me tocaram, ou até perturbaram, ao perceber o quanto tenho que crescer na minha relação com a Mãe. Maria que é o caminho de Amor até Jesus. Quem melhor conhece o filho que Sua Mãe? E se seguimos o que amamos, e só amamos o que conhecemos, é este o caminho a que somos chamados a trilhar como missionários.

IMG_29042017_184855_HDR.jpg

   Em comunidade rezámos o terço, entregando as nossas intenções e entregando-nos ao Imaculado Coração de Maria, Rainha da esperança e da paz. Recordando a Consagração da África à Virgem de La Salette, feita por São Daniel Comboni: “Ó Maria, mostra-te também rainha e mãe dos pobres negros, porque também eles são teu povo. ... Sim, boa mãe de misericórdia, tu és a Mãe dos negros. Neste momento, eu, seu pai e missionário, coloco-os todos a teus pés, para que tu os metas todos no teu coração; mostra-te Mãe!” E 1639 – 1644

Sábado à noite assistimos ainda ao filme “Maria, filha de seu filho”, que mostrou o papel fundamental de Maria na obra do seu filho Jesus, ela que mesmo sem compreender tudo, confiou e esperou com fidelidade, unindo a sua vida à missão e realidade divina do seu filho.

Domingo foi mais uma oportunidade para reflectirmos a dimensão “Nós e(m) Maria”, nós como filhos de Maria, através da meditação da história biblíca de Rebeca e Jacob.

Eucaristia Areosa

 

Terminámos este nosso encontro com a participação na Eucaristia na Paróquia de Nossa Senhora da Areosa, onde tivemos a oportunidade de praticar durante a sagrada comunhão a devoção sugerida por São Luís Maria Montfort, porque quanto mais deixarmos Maria agir na comunhão, mais Jesus será glorificado.

            Muito grata por mais este passo e pela dedicação de cada um!!

 

“Quem não tem Maria por Mãe, jamais terá a Deus por Pai.” São Luís Maria Montfort

 

Que o carisma e a fé de São Daniel Comboni continue a ser o nosso exemplo nesta caminhada como Família Comboniana, para que sejamos humildes missionários. Deixo-vos este excerto de Comboni, no Acto de consagração da África Central a Nossa Senhora do Sagrado Coração, a 08/12/1875, rezemos juntos:

«E Vós, ó Maria, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração de Jesus, cuidai de nós pobres filhos, guardai-nos como herança e propriedade vossa.

Sede nossa guia nas viagens, a nossa mestra nas dúvidas, a nossa luz nas trevas. Sede nossa saúde e vigor na enfermidade, nossa advogada, nossa mãe perto do Coração do vosso bendito Filho Jesus em toda a nossa vida.»

 

Por: Vanessa Sofia Pedro