Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Notícias da Missão na República Centro-Africana

A Leiga Missionária Comboniana Maria Augusta Pires (de Janeiro de Baixo), que está em missão em Mongoumba, na República Centro-Africana, manda-nos notícias sempre que vem à capital (Bangui), o único lugar onde tem acesso á internet! Eis as mais recentes notícias que ela nos enviou, no passado dia 6 de Abril:

 

    Desta vez voltei mais depressa a Bangui [capital da República Centro-Africana], passado um mês. Como me sentia cansada, aproveitei para fazer exame à malária e deu positivo. Já comecei a fazer o tratamento enquanto os sintomas são ainda poucos, porque, deste modo, a reacção ao medicamento é menos forte, sofre-se menos.

    A Ana teve malária há duas semanas e sente-se cansada, porque esteve connosco uma dentista Polaca e ela acompanhou-a sempre durante quase três semanas. Extraiu muitos dentes em cada aldeia; para tratar cáries não dava, porque não pode deslocar-se com as máquinas. Graças a Deus, ajudaram muita gente que estava a sofrer. Só em Bangui podem arrancá-los e fica muito cara cada extracção: 10.000 francos ( 16 € ). Houve pessoas que extraíram dois e mesmo três dentes, pagando uma quantia simbólica de 500F (menos de um euro).

    O padre Fernando, agora, graças a Deus, está bem e o padre Jesus também. O padre Samuel teve malária no início de Março e voltou a ter na semana passada. Agora tem febre tifóide (salmonela). Terá de tomar um ou dois antibióticos. O Senhor o ajude a ficar bem… ele está a ficar desanimado… Por favor, rezem por ele!
    DSCF6632.JPGA Maria, senhora pigmeia que tem cancro, sentia-se um pouco melhor. Na semana passada começou com uma grande diarreia. Demos-lhe medicamentos para a combater, mas não passava. Então, começámos o tratamento de malária com um medicamento injectável e logo começou a passar. Emagreceu muito, agora é preciso que ela coma melhor. Damos-lhe também da nossa comida, assim varia mais e pode ser que recupere mais depressa. Continuemos todos a pedir por ela a Maria e a seu Filho Jesus.

    Na semana passada, nasceram dois gémeos cuja mãe não dá leite e que é preciso ajudar; neste momento são 9 bebés. Com a graça de Deus e a generosidade de todos aqueles que partilham o que têm para auxiliar os que precisam, podemos trabalhar com muita alegria e, assim, a partilhamos com todos os que nos rodeiam.

    Há duas semanas, quando fui visitar os doentes ao hospital, encontrei uma senhora que tinha feito cesariana e que o leite não queria vir (passados três dias). Pediram-me leite, mas eu disse que era preciso fazer tudo para que ele viesse. Então, fiz-lhe uma infusão de menta e, ao segundo dia, começou a sair um pouco; fiz mais dois dias, e o Patrice começou a mamar bem, graças a Deus. É sempre melhor o leite materno e aqui ainda mais, porque fica muito caro e as condições de higiene são muito poucas (cuidados com os biberons e a água para preparar o leite). O leite para um bebé durante um ano custa aproximadamente 400€. São pouquíssimas as famílias que têm possibilidades para o comprar.

    Durante a Quaresma, a Missa às quartas-feiras é no bairro; e às Sextas-feiras é também feita a Via Sacra no mesmo bairro. Sexta-feira virão jovens de toda a Paróquia participar nas Jornadas da Juventude. Sábado haverá formação e também animação e Domingo de Ramos será a grande festa. Na semana passada, os catecúmenos [pessoas que se preparam para receber o Baptismo] do 3ºano tiveram três dias de retiro e no domingo receberam já o óleo baptismal; como são muitos torna-se mais fácil fazer os ritos do Baptismo por etapas.

    Chegou um novo LMC [Leigo Missionário Comboniano], Simon, que é Italiano. Está a aprender o Francês aqui em Bangui e, depois, ainda não sabemos onde irá estudar o Sango [idioma local].

     Li todos os Astrolábios com grande alegria [ela recebe-os por e-mail] e rezo para que a visita de D. Virgílio venha a dar muitos frutos no futuro. Que a Visita Pastoral decorra muito bem!

Que os corações de todos os vossos paroquianos acolham as palavras do senhor Bispo com muita alebgria e desejo de melhorarem a sua vida de cristãos, serem verdadeiros testemunhos de Cristo.

DSCF7687.JPG

 

Votos de Santa Páscoa para todos.

Unidos em Cristo pela oração.

Um abraço missionário do tamanho do Mundo.

 

Maria Augusta Pires,

Jornal Astrolábio