Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

"E tu Maria, que nos dizes da missão?"

Foi nos diasPedro Moreira 29 a 30 de Abril de 2017, que fomos acolhidos com muito carinho na casa das Missionárias Seculares Combonianas no Porto, onde se realizou a 8.ª unidade formativa dos LMC, com o tema “E tu, Maria, que nos dizes da Missão?”, o qual teve como formador o LMC Pedro Moreira.

O encontro começou na sexta-feira à noite com a chegada dos formandos. Para mim, em especial, foi um grande momento de reencontros, que me encheu o coração de alegria, por estar de novo com quem já sinto família de caminhada. Que verdadeira Graça de Deus cada um e que prova de que “não há longe nem distância”.

O tema foi abordado durante todo o dia de sábado e a manhã de domingo.

«Quereis oferecer-vos a Deus?», a mesma pergunta que Nossa Senhora fez aos Pastorinhos em Fátima, foi o nosso mote inicial para que soubéssemos onde nos dirigíamos e onde voltar sempre.

IMG_29042017_180351_HDR.jpg

 

Através do “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem” de São Luís Maria Grignion de Montfort e da Encíclica “Redemptoris Mater” de São João Paulo II o Pedro Moreira foi-nos guiando e dando-nos o seu testemunho com muita simplicidade, reflectindo a sua bonita relação de intimidade, devoção e amor com, em e por Maria, nossa Mãe.

“Quanto mais aprofundamos Maria, mais missionários ficamos.” foi uma das afirmações que ficou a ressoar dentro de mim e a inquietar-me durante o encontro.

            Através de traIMG_29042017_180359_HDR.jpgbalho em grupo meditámos a palavra de Deus procurando virtudes missionárias em Maria, foi uma oportunidade de validação do quão missionária foi Maria, a partir do momento do seu “Sim” até ao Cristo Crucificado, que ali na cruz no-La entregou como nossa Mãe, fazendo com que assim, ela renovasse o seu “Sim” com tamanha obediência, fidelidade e confiança à vontade de Deus. Tudo para Maior Glória de Deus.

            Tivemos ainda momentos de reflexão pessoal que nos permitiram aprofundar a nossa relação com Nossa Senhora e ajudar-nos a sermos missionários como Maria.

 

“Ao ouvir estas palavras ela perturbou-se.” Lc 1, 29

“E eu, como reajo perante a voz de Deus que se manifesta na minha consciência? Especialmente quando sinto que sei qual o caminho certo mas não tenho coragem para o seguir…”

“Ser missionário exige consciência da nossa pequenez e fragilidade, porque é aí que Deus se manifesta.”

“É a partir de dentro que Maria opera em nós a conversão. O anúncio de Jesus é profundamente íntimo, porque nele se expressa o amor de Deus para connosco e o nosso destino eterno.”

“Feliz daquela que acreditou que teriam cumprimento as coisas que lhe foram ditas da parte do Senhor.”

 

Deixou-vos estas citações que me tocaram, ou até perturbaram, ao perceber o quanto tenho que crescer na minha relação com a Mãe. Maria que é o caminho de Amor até Jesus. Quem melhor conhece o filho que Sua Mãe? E se seguimos o que amamos, e só amamos o que conhecemos, é este o caminho a que somos chamados a trilhar como missionários.

IMG_29042017_184855_HDR.jpg

   Em comunidade rezámos o terço, entregando as nossas intenções e entregando-nos ao Imaculado Coração de Maria, Rainha da esperança e da paz. Recordando a Consagração da África à Virgem de La Salette, feita por São Daniel Comboni: “Ó Maria, mostra-te também rainha e mãe dos pobres negros, porque também eles são teu povo. ... Sim, boa mãe de misericórdia, tu és a Mãe dos negros. Neste momento, eu, seu pai e missionário, coloco-os todos a teus pés, para que tu os metas todos no teu coração; mostra-te Mãe!” E 1639 – 1644

Sábado à noite assistimos ainda ao filme “Maria, filha de seu filho”, que mostrou o papel fundamental de Maria na obra do seu filho Jesus, ela que mesmo sem compreender tudo, confiou e esperou com fidelidade, unindo a sua vida à missão e realidade divina do seu filho.

Domingo foi mais uma oportunidade para reflectirmos a dimensão “Nós e(m) Maria”, nós como filhos de Maria, através da meditação da história biblíca de Rebeca e Jacob.

Eucaristia Areosa

 

Terminámos este nosso encontro com a participação na Eucaristia na Paróquia de Nossa Senhora da Areosa, onde tivemos a oportunidade de praticar durante a sagrada comunhão a devoção sugerida por São Luís Maria Montfort, porque quanto mais deixarmos Maria agir na comunhão, mais Jesus será glorificado.

            Muito grata por mais este passo e pela dedicação de cada um!!

 

“Quem não tem Maria por Mãe, jamais terá a Deus por Pai.” São Luís Maria Montfort

 

Que o carisma e a fé de São Daniel Comboni continue a ser o nosso exemplo nesta caminhada como Família Comboniana, para que sejamos humildes missionários. Deixo-vos este excerto de Comboni, no Acto de consagração da África Central a Nossa Senhora do Sagrado Coração, a 08/12/1875, rezemos juntos:

«E Vós, ó Maria, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração de Jesus, cuidai de nós pobres filhos, guardai-nos como herança e propriedade vossa.

Sede nossa guia nas viagens, a nossa mestra nas dúvidas, a nossa luz nas trevas. Sede nossa saúde e vigor na enfermidade, nossa advogada, nossa mãe perto do Coração do vosso bendito Filho Jesus em toda a nossa vida.»

 

Por: Vanessa Sofia Pedro

 

“Todo tiene su tiempo y sazón, todas las tareas bajo el sol” Ecl 3, 1

18485475_1519187974800421_4140687975895732154_n.jp

O amor em comunidade cresce como a fermentação do pão. O principal ingrediente é o tempo. O tempo que amassa com a disponibilidade que cada um dá de si em prol do outro. Não basta sabermos os ingredientes. Não basta conhecer a receita. Não basta ter bons cozinheiros. É preciso tempo. É preciso dar tempo ao tempo ou então todo o resultado será vazio, sem sentido, fútil.  Deixemo-nos moldar por Deus e ao partir do pão tornemo-nos família.

 18447313_1519187561467129_924321831793718301_n.jpg18425337_1519187311467154_8224108988565275148_n.jp18447595_1519186698133882_4239878696056835960_n.jp

 

Comunidade “Lisanga”: Neuza y Paula

Surpresa durante a missa de envio

Quando parte um missionário, ele nunca vai sozinho!

 

Leva dentro de si a paixão pela missão, o amor desinteressado pelo próximo e o desejo de oferecer a sua vida àqueles que mais precisam. A Márcia é disso um bonito exemplo. A sua força, garra e amor ao próximo fazem dela uma pessoa muito especial, para todos aqueles que conviveram com ela durante a sua caminha de de formação rumo à missão da República Centro-Africana. 

 

Para além de todos os LMC, a Márcia também tem muitos e bons amigos que a acompanharam no desabruxar da sua fé e no amadurecimento da sua paixão pelo carisma de S. Daniel Comboni.

 

Aqui fica uma belissima surpresa preparada pelos amigos da Márcia!

 

Bárbara Cunha

Festas missionárias em Aveiro e Coimbra

Os Missionários Combonianos organizaram nas suas casas do Calvão e de Coimbra as tradicionais Festas Missionárias de Outubro, e como em anos anteriores, tiveram a colaboração dos leigos missionários Combonianos na preparação, acolhimento e animação.

Começamos por fazer referência à festa de Aveiro que teve lugar no dia 4 de Outubro e reuniu cerca de 100 pessoas entre colaboradores, amigos e benfeitores.

Iniciou-se com a reflexão sobre a mensagem do Santo Padre Bento XVI para o dia mundial das missões 2009, “As nações caminharão à sua luz”, e o testemunho do Pe Claudio Gomes na R.D. Congo. Seguindo-se a eucaristia, onde se continuou a reflexão e deu-se ênfase à actividade missionária da Igreja nas paróquias. Tivemos a notícia do falecimento da mãe do Ir. Francisco, rezamos para que o Senhor a acolha no Seu Reino e que dê força, coragem e esperança à sua família. 

Depois do almoço partilhado, foi dada a oportunidade aos participantes de contactarem com a realidade missionária dos leigos através do testemunho da LMC Sandra Fagundes, que falou da sua experiência de dois anos ligada ao ensino na missão de Carapira em Moçambique.

Sandra e sua mãe

No dia 18 de Outubro realizou-se, mais uma vez, a Festa Missionária da casa de Coimbra, que surpreendeu a todos pela grande adesão de colaboradores e amigos. A festa iniciou com o testemunho do Irmão Francisco, que partilhou a sua experiência missionária na Zâmbia, onde esteve 12 anos. Seguiu-se a celebração da Eucaristia, presidida pelo Pe. Germano, que na homilia falou da crescente importância da colaboração de todos (consagrados, leigos,…) para a difusão do Reino de Deus. Foi ainda lembrada a mensagem do Papa para o dia Mundial das Missões, e a LMC Márcia, que está de partida para a Republica Centro África. 

 Depois do almoço partilhado, houve muita animação, este ano com uma surpresa para todos, a actuação do Rancho Folclórico do Hospital de Sobral Cid, a que agradecemos a sua participação, mas antes desta actuação houve momentos de grande alegria protagonizados pelos nossos colaboradores e amigos – canções, anedotas e declamações de poemas. A festa terminou com um belo momento de oração.

 

 

Élia, Liliana e Sandrina

Formandas dos LMC

 

Julho em Moçambique

No início do mês de Julho, terminou mais um curso! Mais 12 pessoas puderam adquirir conhecimentos sobre a área de informática para melhorar o seu currículo! Nesta 5ª fase de cursos,  destaco a participação da Ir. Carolina (à minha frente na fotografia), que depois do curso preparou cânticos para as reuniões das Legionárias de Maria e já elaborou um relatório do respectivo grupo. Entretanto também soube de uma anterior aluna que foi pr omovida da cozinha para a secretaria e diz que se sente à vontad e para trabalhar no computador. A utilidade do curso para os jovens não se vê tão depressa, porque está muito difícil arranjar trabalho. Na missão, os resultados demoram a ver-se, mas eles acontecem!

 

Em meados de Julho realizou-se a Assembleia dos Leigos Combonianos Moçambique, em Carapira – Nampula. Província de Moçambique onde o verde é mais verde, a pobreza e a humildade se nota e se sente mais, e também onde as doenças prevalecem.


Vânia

LMC - Maputo
 

Continue a ler aqui

 

1º Encontro Europeu dos LMC

 

De 4 a 8 de Agosto, deu-se em Granada – Espanha, o 1º Encontro Europeu dos Leigos Missionários Combonianos sob o lema “LMC, Missionários para o mundo”

 

 

 Os objectivos do encontro passavam essencialmente por se possibilitar um melhor conhecimento mútuo dos LMC provenientes de diferentes países e por se aprofundar os laços de amizade e sentido de Família que nos unem, tudo isto num ambiente descontraído que desse espaço ao descanso que todos merecem nesta altura do ano.

 
Entre responsáveis, LMC’s, formandos, amigos e crianças, estiveram presentes mais de 40 pessoas provenientes das províncias de Espanha, Itália, Alemanha e Portugal. Também contamos com a presença do Pe. Jorge, MCCJ Mexicano, em representação dos Missionários Combonianos.
 
Todos os dias tivemos momentos de trabalho, partilha e convívio.
 
No que concerne a trabalho, para as manhãs, a organização preparou temas como “O caminho europeu e internacional dos LMC”, “O laicado missionário como resposta aos desafios do mundo de hoje”, “Espiritualidade laical comboniana: "o leigo em Comboni” e “Modelos de intervenção do LMC em missão”. Estes temas foram apresentados, debatidos numa partilha que se demonstrou, na maioria dos casos, muito rica. De especial interesse foi o trabalho feito em volta do Carisma Comboniano, a partir do trabalho “encomendado” ao Pe. Joaquim Valente (filho do nosso queridíssimo Casal Valente), que nos ajudou a perceber melhor “A natureza dos Carismas”, “Que dom fez Deus à sua Igreja e ao mundo em e por Comboni” e a evolução “Do carisma de Comboni ao carisma das Combonianas e Combonianos”. Igualmente interessante foi falar dos modelos de intervenção em que pudemos inclusive estar ligados por vídeo-conferência a Açailândia – Brasil (falando com o nosso Álvaro e com Xoan Carlos e esposa) e a Arequipa – Peru (“hablando” com o Gonçalo, a Isabel e os seus 2 filhos).
 
Durante as tardes, cada província apresentou a sua história e trajectória e deu um testemunho de Missão. Da nossa parte, e para o efeito, pudemos contar com um PowerPoint, preparado pelo Artur Valente apresentado pelo Pedro Moreira, e com o testemunho da Sandra Fagundes que nos falou da sua presença laical missionária ligada ao ensino na missão de Carapira – Moçambique.
  
 
No que toca a lazer, para alem dos refrescantes banhos de piscina e das refeições conjuntas, pudemos visitar a bela Catedral de Granada, o centro histórico da cidade e a fabulosa Alhambra, último reduto dos Árabes na Península Ibérica.
 
 
 
No geral penso que o encontro foi muito bom. Damos graças a Deus por nos ter concedido momentos de oração profundos e um sentido de união permanente, sobretudo com os que se encontram em terreno de Missão. As viagens correram bem e também foram oportunidade de convívio alegre e salutar entre todos.
 
 
Agradecemos o esforço dos LMC de Espanha pela realização deste evento, especialmente aos LMC da zona Sul, e agradecemos também a hospitalidade das Seculares da congregação Alianza en Jesús por Maria, que nos disponibilizaram um espaço excelente e foram verdadeiramente amorosas para connosco.
 
Ficamos à espera dum próximo encontro!
 
Um abraço a todos,
 
Pedro Moreira, LMC
 

 

Eco(s) do encontro de Julho

Os futuros LMC rumaram a Coimbra, dias 18 e 19 de Julho, para os últimos momentos de formação deste ano Pastoral.
 Findo o primeiro ano de formação para a maioria e o fim do segundo para a Márcia, foi tempo de fazer o balanço do ano e reflectir um pouco sobre o rumo de cada um. Tempo, também, para preparar a vinda dos nossos familiares no dia 19, a peregrinação a Fátima no próximo sábado dia 25 de Julho e o encontro em Granada de 3 a 9 de Agosto. Apesar de algum trabalho não poderiam faltar, claro, os nossos momentos de convívio onde é imprescindível o “jogo da canastra”, as nossas brincadeiras e sempre tempo para “dois dedos” de conversa.
Sábado, 18 de Julho, foi um dia importante para a Márcia, que festejou o seu aniversário e nos presenteou com um delicioso bolo de chocolate.
 
 19 de Julho, recebemos carinhosamente todos os nossos familiares, alguns LMC e alguns colaboradores dos LMC, que nos alegraram com a sua simpática presença! Vimos em conjunto um filme sobre S. Daniel Comboni, a Lucília partilhou connosco a sua experiência de missão. Seguiu-se a celebração da Eucaristia com a participação de todos, onde a Márcia manifestou perante todos a sua vontade em partir para a República Centro Africana. Após confortar e alimentar a alma, fomos saciar as “barriguinhas” num almoço onde convivemos e trocamos agradáveis experiências.
Concluiu-se um ano pastoral de uma forma muito agradável, que deixa um “bichinho” que anseia por novos episódios dos LMC e formandos que partilharemos aqui.
Verónica

 

Sentimentos e emoções

Desta vez, vou escrever muito pouco, pois este último encontro de formação viveu de sentimentos e emoções que não consigo exprimir de forma justa. Dividiu-se em duas partes: uma de trabalho e outra de prazer. No sábado, o tema abordado foram os “Cenáculos de Oração Missionária” orientado pelo Padre Comboniano Claudino Gomes. Transmitiu-nos como apareceram, no que consistem, qual a sua estrutura e o que poderemos fazer para assegurar o seu futuro. Continuando a parte de trabalho, acabámos de preparar a nossa participação na Peregrinação Comboniana no dia 28 em Fátima.

O domingo foi muito especial porque foi partilhado com os nossos familiares e amigos. Foi muito bom ver a família e os amigos a apoiar aqueles que estão quase de partida (incluindo eu) e aqueles que começaram este ano a caminhada. Foi uma emoção muito grande ver que partilhavam o mesmo espírito missionário, mesmo que isso implique a partida temporária do filho, ou filha, ou neta, ou amigo. Será sem dúvida uma separação dolorosa, mas nem por isso foram “egoístas” e estiveram presentes num momento tão simbólico e especial para nós. Dou graças a Deus, por não partirmos com a sua indiferença, reprovação ou em conflito!

 

Para aqueles que acabaram o primeiro ano de formação e que em Setembro vão continuar a sua caminhada para partir em missão, quero deixar uma mensagem muito simples:

Que Deus ilumine sempre o vosso caminho e oriente sempre os vossos passos! Nunca percam esse ideal missionário e nunca se esqueçam daqueles que estão em missão!...

Álvaro Gomes

Momento tão alto na formação dos LMC

Não quero substituir o Álvaro na partilha sobre o que se passou no último encontro, mas não posso deixar passar em vão um momento tão alto na formação dos LMC!

Durante o dia de Sábado, o grupo conseguiu dar resposta a uma situação que preocupava os próprios orientadores: o que fazer a quem não parte após os 2 anos de formação e a quem chega da missão?

Eis que os próprios elementos dos LMC deram a resposta! Inspirados pelos C.O.M – Cenáculos de Oração Missionária, apresentados pelo P. Claudino, resolveram criar um C.O.M. a nível nacional! Assim, já ninguém fica de fora! Não é que alguém o ficasse, mas deste modo poderão sentir-se mais úteis e integrados! Com os C.O.M. há muito para “Escutar, Orar e Trabalhar!”
Para terminar o encontro no Domingo, foram convidados os pais dos leigos, que já partiram e estão para partir, para virem conhecer os LMC de perto, e muitos aceitaram o convite!
Sinto que a família é um suporte! Se a família está de acordo com algo que um dos seus membros faz, essa pessoa sente muito mais força, coragem, para seguir em frente!

E portanto, é importante a família conhecer os LMC para melhor aceitarem e compreenderem quem somos e o que queremos fazer para que estejamos mais completos na nossa missão!

Assim, este encontro permitiu às famílias: esclarecer dúvidas, anseios; conhecer o grupo, a instituição, que acompanha os seus elementos e que estão preocupados com o seu bem-estar e segurança; e ainda diminuir o medo, aumentar a fé e acreditar que Deus está com aqueles que O servem, e portanto não há nada a temer!

Bem-haja aos orientadores por proporcionarem este encontro à minha família, a todos os LMC por os receberem tão bem, e por me ajudarem de certo modo a mostrar-lhes que estou feliz por ir tentar fazer os outros felizes!

 

 

Vânia