Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Semana da solidariedade

Entre os dias 1 e 8 de Agosto, alguns de nós puderam

participar na semana da solidariedade no centro João Paulo II em Fátima.

 

Esta experiência de voluntariado, muito bem organizada pela XIVssol, tinha para nós como objectivo principal possibilitar a vivência em comunidade num contexto de missão muito especial que é este o do mundo dos deficientes profundos. Porém, acabada a semana, é fácil dizer que esta superou as expectativas em muitos outros aspectos.

 

Para começar tenho a referir o convívio com os “meninos” do Centro. Aqueles que à primeira vista nos parecem tão diferentes (e indiferentes!) vão se revelando muito especiais com o passar do tempo. Cada um tem os seus gostos, a sua forma de comunicar, a suas birras e dificuldades. No convívio com estes homens e mulheres, tantas vezes rejeitados por uma sociedade que nem sempre espera por quem caminha mais devagar, aprendemos que o amor não procura moldar o outro ao nosso gosto, antes o aceita tal como ele é. Tal como pudemos ver: “O amor é paciente, o amor é prestativo; não é invejoso, não se ostenta, não se incha de orgulho. Nada faz de inconveniente, não procura o seu próprio interesse, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1Cor 13,4-7).

 

Gostaria também de deixar aqui expressa a minha admiração pelo trabalho maravilhoso que é desenvolvido no Centro João Paulo II. É impressionante como se consegue proporcionar um ambiente tão familiar a 192 utentes. Para isso muito contribuem as funcionárias, autenticas mães, que apesar do desgaste físico e emocional demonstram uma disponibilidade e carinho pelos meninos que vão muito para além do simples cumprir de um dever.

Finalmente uma palavra de apreço para com todos os que estiveram connosco na experiência. Pela amizade demonstrada, pela partilha de sentires (e de carros!!!), pelos espaços de oração, pela organização, pela gratuidade e simpatia com que nos brindaram… um muito obrigado!

No final de uma semana vivida de forma tão intensa ficam algumas questões muito importantes no ar. Como será a minha vida de hoje em diante? Serei capaz de vivê-la de forma tão genuína e empenhada como nesta semana que passou? Ou voltará tudo a ser como dantes? Porquê?

 

A vida do Reino que há de vir, um Reino de justiça e paz, de felicidade profunda e amor infinito, levanta exactamente as mesmas questões. E por muito difíceis que pareçam as respostas de serem vividas, por muito utópicas que se apresentem, a verdade é que delas depende a nossa felicidade, desde já!

Pedro Moreira

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.