Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

Leigos Missionários Combonianos

Servindo a Missão ao estilo de S. Daniel Comboni

A Missão tem futuro

Estou a caminho de casa… Tenho tanto para escrever… Mas no entanto sinto o sidrome da folha em branco! Vou tentar…

 

Neste fim-de-semana tive o privilégio de, com outro LMC, participar nas Jornadas Missionárias Nacionais em Fátima. Este ano a temática dizia respeito ao “Futuro da missão Ad Gentes: perspectivas para o século XXI”.

 

O que é o futuro? Para quando o futuro? O futuro é daqui a uma hora, amanhã, daqui a um mês, um ano… E a missão tem futuro, ela vive a cada dia que passa no coração de todos aqueles que têm espírito missionário.
Pode ter-se ou não espírito missionário? O que é a missão? A missão constitui-se como dever primacial de todo o baptizado na fé católica. O espírito “mais” missionário nós sabemos o que é, sentimo-lo no nosso coração, é difícil explicá-lo por palavras. É difícil explicar que a nossa felicidade só estará completa quando partilharmos o nosso amor a Deus com o outro, com o nosso próximo. Quem é ele? Enfim, alguém que precise de um ombro amigo, de um sorriso, de uma mão que o ajude a levantar-se!

A missão é multiforme, como tão bem nos explicou o Pe. Manuel Augusto. De todas as formas que ela toma na actualidade e que poderá tomar no futuro é preciso, no entanto, (re)colocar Cristo no centro de todas estas formas… É o eixo da roda que faz girar todos os raios que suportam o pneu! Cristo terá de ser o pólo aglutinador de todas as formas de fazer missão.

 

A par da componente mais teológica das Jornadas, elas foram também importantes pelo espírito de partilha que nos proporcionaram. Foram partilhadas vivências missionárias bastante diferenciadas, mas todas elas apaixonadas e apaixonantes. E depois, nos corredores, pudemos partilhar a nossa própria vivência do espírito missionário com outros leigos, religiosos e consagrados de vários institutos missionários que, com a sua espiritualidade própria, partilham connosco o desejo de (re)partir em missão ad gentes.

 

Barbara


Consulte o blog dela para mais reflexões:Por um Mundo Melhor

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.